Alimentação Dieta e Nutrição

O corpo necessita de um constante fornecimento de “matérias-primas” para poder sobreviver. Como resposta a estas necessidades, ingerimos cerca de 20 toneladas de comida durante a nossa vida e bebemos de 20 000 a 40 000 litros de água.

Nutrição

Para funcionar normalmente, o corpo humano necessita de um fornecimento regular de nutrientes. Se passarmos mais de algumas horas sem comer nem beber, uma parte do encéfalo, denominada hipotálamo produz sensações de fome e sede, avisando-nos que o corpo necessita de nutrientes e induzindo-nos a ingeri-los. Um adulto saudável pode viver várias semanas sem comer mas não consegue sobreviver mais que uns dias sem água.

nutrientes e comidaNutrientes

Os nutrientes fornecem ao nosso organismo a energia e a matéria-prima de que este necessita para o seu desenvolvimento e recuperação. A comida contém uma variedade de nutrientes e quase todos têm de ser digeridos antes de poderem ser utilizados. Contêm também água e fibras dietéticas, geralmente classificadas como nutrientes.

Macronutrientes

Os macronutrientes constituem a maior parte da nossa alimentação. Há três tipos:

  • os hidratos de carbono;
  • os lípidos;
  • e as proteinas.

A principal fonte de energia do coração são os hidratos de carbono. As gorduras, ou lípidos, também fornecem energia, mas são utilizadas sobretudo na formação das membranas celulares e de algumas hormonas. As proteínas produzem aminoácidos que o organismo utiliza para fabricar as suas próprias proteínas.

Micronutrientes

Há duas especies de micronutrientes:

São precisos apenas em pequenas quantidades, mas desempenham um papel essencial na química do corpo. As vitaminas são compostos orgânicos, produzidos por plantas ou animais. Os sais minerais são compostos inorgânicos, de variadas origens. Alguns existem nos alimentos, outros vêm da água potável ou do sal da cozinha.

Fontes de hidratos de carbono

Fontes de hidratos de carbono
Há dois tipos principais:

  • amido
  • açúcar

Os amidos são hidratos de carbono complexos, que se encontram em alimentos como a massa, as batatas, o pão e o arroz. Os açúcares são hidratos de carbono simples, existentes na fruta e em bolos e doces, por exemplo.

Fontes de gordura

fontes de gordura

Há duas espécies de gordura:

  • saturada
  • insaturada

A gordura saturada encontra-se especialmente em lacticínios e gorduras animais, como a manteiga. A gordura insaturada existe na maioria dos óleos à base de plantas.

Dieta

Muitas vezes associa-se a palavra dieta a emagrecimento. Na realidade dieta é qualquer ingestão de alimentos num certo periodo de tempo. As dietas variam imenso por todo o mundo. Dependem em parte dos alimentos existentes e tambem do gosto de cada um. Para se assegurar de uma boa saúde, uma dieta tem que ser equilibrada, ou seja englobar uma vasta gama dos nutrientes necessarios ao organismo. Uma dieta que inclua uma quantidade excessiva ou demasiada reduzida de um nutriente pode causar perturbações. Por exemplo, um ataque cardiaco pode ser causado por uma dieta rica em gorduras.

Fibra dietética

Todos os vegetais contêm celulose um hidrato de carbono que não é afectado pela digestão. Quando comemos alimentos vegetais, estes e outras substâncias atravessam o sistema digestivo, formando a fibra dietética. As fibras aumentam o volume da comida não digerida, melhorando o funcionamento dos músculos intestinais a. Há dois tipos de fibra dietética. A fibra insolúvel passa através dos intestinos sem ser alterada. A fibra solúvel é parcialmente decomposta por bactérias no sistema digestivo.

Omnívoro

A maioria das pessoas são omnívoras, ou seja, alimentam-se tanto de produtos de origem vegetal como animal. A carne é uma importante fonte de proteínas e também de vitaminas e sais minerais. Contudo, alguns tipos de carne contêm grande
quantidade de gordura saturada a, que pode causar problemas de saúde se for comida em excesso. Pelo
contrário, o peixe, uma boa fonte de proteína animal, possui um elevado teor de gordura insaturada.

Vegetarianos

Há milhões de vegetarianos no mundo, mostrando que é absolutamente possível vivermos, de modo saudável, sem nos alimentarmos de carne. Alguns vegetarianos comem ovos e lacticínios que ajudam a fornecer a dose necessária de proteínas, vitaminas e sais minerais. Outros vegetarianos, denominados “vegetarianos totais”, evitam completamente produtos de origem animal. Têm de comer uma mistura bem variada de alimentos de origem vegetal, para assegurarem a ingestão de todos os nutrientes necessários.

Subnutrição

A subnutrição pode ser causada por uma dieta a que falta um nutriente em particular, ou por uma carência geral de alimentos. Se uma dieta for pobre num micronutriente como a iodina ou a vitamina C, a pessoa acabará por sofrer de uma doença carencial ou deficitária. Se faltarem macronutrientes, como proteínas ou hidratos de carbono, a pessoa emagrece e muitos dos sistemas corporais deixam de funcionar normalmente. A subnutrição afecta grande parte da população mundial. Muitas pessoas morrem de subnutrição todos os anos, em especial nos países em vias de desenvolvimento (não industrializados).

Obesidade

Depósitos de gordura no corpo

A gordura, a azul, tende a acumula-se em áreas diferentes nos homens e nas mulheres.

A camada adiposa constitui 16-25 por cento do peso de uma pessoa saudável. Armazena energia e ajuda a manter o calor do corpo. Normalmente esta acumulação de gordura é quase constante, porque o corpo ingere e gasta a mesma quantidade de energia alimentar. Porém, se as pessoas ingerirem mais energia do que utilizam, arriscam-se a criar depósitos de gordura extra e a tornarem-se obesas. A obesidade pode ser resultado de uma ingestão excessiva de alimentos ou de um grau reduzido de actividade física. Ocasionalmente deve-se a perturbações hormonais.

Anorexia

Muitas pessoas perdem o apetite temporariamente, se estiverem ansiosas, cansadas, ou não se sentirem bem. Geralmente a situação regride e o apetite volta. A anorexia nervosa é uma situação muito mais grave, em que o doente se recusa a comer e emagrece muito. Afecta principalmente adolescentes ou mulheres jovens. Conhece-se pouco sobre a sua etiologia, mas parece tratar-se de uma perturbação psicológica.