Novo vírus da gripe H9N2 ATACA na ÁSIA

gripe aves

Recebeu o nome de H9N2 e surgiu pela primeira vez em 1999; em Hong-Kong. Em Dezembro, regressou para infectar mais uma criança.

Depois da pandemia da gripe A, um novo vírus da “gripe das aves” o H5N1 – voltou a atacar, dez anos depois de surgir pela primeira vez em Hong-Kong. Uma menina chinesa de apenas três anos de idade foi infectada pelo H9N2, um vírus capaz de infectar os humanos, embora os casos conhecidos sejam escassos. Para além desta criança, só foram detectados mais seis casos em todo o Mundo, sempre em crianças e sem gravidade.

Tudo indica que esta estirpe da “gripe das aves” seja menos agressiva do que o H5N1, pois, por enquanto, ainda não se consegue transmitir facilmente entre pessoas. Se algum dia isso vier a acontecer, estaremos então perante uma nova pandemia para a qual não esta-mos devidamente preparados. Para as autoridades médicas mundiais, estas duas estirpes da “gripe das aves” são, agora, a sua maior preocupação. E que, apesar de o H9N2 parecer pouco agressivo, o H5N1 mata cerca de 60 por cento das pessoas que infecta. Desde 1997, já infectou 447 pessoas e matou outras 263, em todo o Mundo. Para evitar que estes vírus atinjam proporções catastróficas, as autoridades mundiais de saúde já lançaram o alerta e recomendaram que se evite ao máximo o contacto com aves de capoeira, o foco habitual da gripe aviária.

Conheça-os melhor

Gripe das Aves, tem 144 variantes! Existem 144 variantes conhecidas desta doença. O nome é dado pela caracterização das duas principais moléculas de superfície: a hemaglutinina (H) e a neuraminidase (N).

H1N1 -Tanto o vírus da actual gripe A como o da gripe espanhola que ocorreu em 1918/19 pertencem a esta estirpe, apesar da versão mais antiga ter feito mais vítimas – entre 50 e 100 milhões de pessoas. Pensa-se que, actualmente, os mais velhos estão de alguma forma protegidos contra o vírus da gripe A, porque as variantes desta estirpe circularam até meados do século passado.

H2N2 – Menos mortífero do que o H1N1, este tipo de vírus foi o responsável pela pandemia de 1957/58, que ficou conhecida como “gripe asiática” e fez um a dois milhões de mortos, sobretudo entre os mais jovens e idosos. Em apenas 10 meses atingiu a maior parte da população mundial.

H3N2 – Dez anos depois da “gripe asiática” surgiu a pandemia da “gripe de Hong-Kong”. Durou pouco tempo e foi a mais ligeira das três gripes que ocorreram ao longo do século passado. Assim que a população criou imunidade contra ele, tornou-se um vírus da gripe sazonal que ainda continua a circular entre nós.

H5N1 – O vírus da “gripe das aves” foi descoberto em 1997 e foi agora apontado como sendo a fonte mais provável da gripe A. Não passa facilmente de pessoa para pessoa e, desde 1997, infectou 447 pessoas em 15 países e matou outras 263.

in revista maria