Origem dos medicamentos e sua utilização

Os medicamentos, ou fármacos, são substâncias usadas para o tratamento das doenças; podem aliviar os sintomas (efeitos), abrandar a dor, prevenir ou curar as doenças, e até para salvar vidas. Os medicamentos também tem utilização para tratar um grande número de perturbações emocionais, como a depressão.

Há milhares de espécies diferentes de fármacos; cada um tem uma função diferente e actua, grande parte das vezes, numa única região do corpo, como o estômago. Os medicamentos têm várias origens; podem ser naturais ou sintéticos (artificiais). As plantas e ervas medicinais fornecem medicamentos naturais que são já usados há milhares de anos.

Os cientistas procuram constantemente novos fármacos e muitas vezes produzem-nos a partir de produtos químicos. Em muitos
casos a descoberta de um medicamento abranda o sofrimento e salva muitas vidas. Os antibióticos como a penicilina, por exemplo, curam infecções que teriam sido fatais há 50 anos.

tomar medicamentos

Muitos medicamentos são tomados por via oral (pela boca). O medicamento passa pelo aparelho digestivo e entra na corrente sanguínea, que o transporta até à região do corpo a tratar.

TIPOS DE MEDICAMENTOS

Existem diferentes de tipos de medicamentos, e os medicamentos têm utilizações diferentes, para diferentes fins. Vão dos antibióticos (para tratar as infecções) aos analgésicos como a aspirina. Utilizam-se anestésicos para adormecer os doentes antes das operações. Há várias maneiras de tomar medicamentos; podem ser engolidos, injectados, aplicados na pele, usados em aerosol ou inalados.

ORIGEM DOS MEDICAMENTOS

A origem dos medicamentos vem do passado onde os medicamentos tiveram origem nas ervas e plantas. Actualmente, grande parte dos medicamentos é feita de produtos químicos, sendo outros elaborados pela engenharia genética, um método através do qual as células das bactérias ou bolores são alteradas para produzir medicamentos.

DEPENDÊNCIA DA DROGA

Muitos fármacos, incluindo alguns receitados pelos médicos, provocam habituação. Isso significa que quem os toma depende deles. A dependência pode levar à doença e à morte.
O consumo de drogas como a heroína, o crack e a cocaína é ilegal. No entanto, o uso de drogas que causam habituação, como o álcool e a nicotina (dos cigarros), não é regulamentado por lei.