Se você está num relacionamento em que nao sabe o que fazer e se sente descontente e com medo pela forma como o seu namorado / namorada te trata, você não tem que ter medo.

Pode ser difícil saber o que é “normal” num relacionamento. Pode levar algum tempo para conhecer e descobrir o que funciona para ambos. Mas há uma coisa que é certa: o comportamento abusivo ou violento não é aceitável, e se está acontecendo com você, então deve pedir ajuda e conselhos.

O abuso pode acontecer a qualquer pessoa de qualquer idade, cultura ou religião. Pode acontecer a homens ou mulheres, mas é muito mais provável que aconteça com as mulheres.parceiro trata mal

Tink Palmer, um assistente social que trabalha com pessoas que foram abusadas, diz:

“Ninguém deveria ter que aturar a violência sob qualquer forma. Se isso está acontecendo com você, converse com alguém da sua confiança, como um pai, um adulto de confiança ou um amigo. Fale com alguém sobre o assunto. “

O que é abuso?

O abuso pode ser físico ou emocional ou sexual.

Abuso emocional é ser provocado, humilhado, bullying ou cyberbulling sofrer intimidações, traições simplesmente pondo a pessoa moralmente em baixo. É difícil de reconhecer porque não deixa cicatrizes visíveis, mas é a que pode deixar mais marcas psicológicas não só no período em que aconteceu, mas para a vida inteira.

Abuso fisico pode implicar violência física, como bater, chutar, empurrar, tratar mal ou golpear. Existem outras formas de abuso também.O abuso pode ocorrer tanto em relações de namoro ou amizades.

O abuso emocional e verbal pode fazer o seu namorado ou namorada:

  • Dizer coisas que fazem você se sentir inferior, se você está sozinho, ou na frente de outras pessoas,
  • Pressionar você a fazer coisas que você não quer fazer,
  • Controlar a sua vida, como maneira de se vestir, e o que você diz
  • Querer saber constantemente onde você está e com quem está,
  • Ameaçar ou ferir alguém próximo de você, incluindo animais de estimação.

Assim como acontece quando estão juntos, o abuso verbal pode acontecer pelo telefone ou na internet.

Comportamento como este não é amor. Tratar mal as pessoas é errado. Trata-se de alguém controlando você e fazer você se comportar como eles querem. As pessoas que abusam um parceiro verbalmente ou emocionalmente podem transformar a violência, mais tarde, no relacionamento. Este tipo de comportamento controlador é um grande sinal de alerta.

Comportamento como este não é correcto. Maus tratos, violência e abuso nas relações não é normal, não é bem do jeito que as coisas são. Este é um problema sério.

Quando alguém diz coisas como:

“Se você me amasse, você…”;
foi na “brincadeira”,
foi “sem querer”

É também um aviso de possível abuso, e é um sinal de que o seu parceiro está tentando manipulá-lo. Uma declaração como esta é ser controlador e é usado por pessoas que só estão preocupados em conseguir o que querem.

Sendo ferido emocionalmente e fisicamente pode prejudicar a sua auto-estima e fazer com que você se sinta ansiosa, deprimida ou doente. As mulheres que são abusadas também podem desenvolver distúrbios alimentares, problemas com álcool e drogas, e correr o risco de infecções transmissíveis e gravidez por abuso.

Obter ajuda - O que fazer quando te trata mal

Se você está numa relação de domínio abusivo e quer ajuda, não tenha medo de falar com alguém sobre isso. Lembre-se que não é sua culpa, não importa o que diz, e é muito melhor falar sobre isso com alguém. Não importa se você foi beber ou o que você está vestindo. Não há desculpa.
O primeiro passo para sair de um relacionamento abusivo é perceber que você tem o direito a ser tratado com respeito e não ser fisicamente ou emocionalmente mal tratado por outra pessoa.

Pode ser difícil encontrar as palavras certas para pedir ajuda. Tente perguntar a alguém se você pode falar com eles sobre qualquer coisa. Diga-lhes que você precisa de alguma ajuda ou que algo está acontecendo e você não sabe o que fazer.

Há várias pessoas com que você pode falar, tais como:

  • Um mentor adulto, professor preferido na escola, um colega de trabalho;
  • A sua mãe, pai ou outro adulto de confiança, talvez a mãe de um amigo;
  • Um médico ou enfermeiro;
  • Um amigo;

E lembre-se, tente novamente, se você não obter a resposta que você acha que precisa. Se você estiver em perigo imediato, ligue para o numero de emergência nacional.

Se você está preocupado com um amigo

Se você acha que um amigo pode estar sofrendo abuso, fale com essa pessoa (seu amigo pode ser do sexo masculino, mas a maioria das vezes são as mulheres que sofrem abuso). Mantenha a calma e não faça julgamentos ou condene. Pode ser difícil conversar com um amigo, mas tente. Se você estiver preocupado, não se preocupe se você esteja errado, preocupe-se se você estiver certo.

Sinais de que um amigo ou amiga está sendo abusado:

  • ​​Hematomas, fracturas nos ossos, entorses, ou marcas inexplicáveis
  • Culpa excessiva ou vergonha, sem motivo aparente
  • Faltar á escola ou eventos sociais com desculpas e quando confrontado aparenta muito nervosismo

Experimente perguntar ao seu amigo, se você pode falar sobre alguma coisa. Uma pessoa que está sendo abusado precisa de alguém para ouvir e acreditar nele ou nela. Talvez o seu amigo possa estar com medo de dizer ao ou mãe, porque isso fazer discussões para terminar o relacionamento.

Diga-lhe que você está preocupado e pergunte se está tudo bem. Ouça essa pessoa, e que ela sabe que ninguém tem que aturar os abusos. Se essa pessoa tiver sido ferida, ofereça-se para ir ao médico com ela.

Seu amigo pode estiver irritado ou chateado com você por um tempo, mas vai saber que você se importa, e você pode tê-la ajudado a perceber que pode obter ajuda.

Acima de tudo, o seu amigo precisa de você para você o ouvir sem o julgar. É preciso coragem para admitir que está sendo abusado, deixe o seu amigo saber que você está oferecendo o seu apoio total e incondicionamente.

Se você está abusando de alguém

Se você está abusando de seu parceiro ou você está preocupado, você pode falar com um adulto de confiança.

“Reconhecendo que o seu comportamento é errado é o primeiro passo para parar. Mas você pode precisar de ajuda para parar “.

Às vezes as coisas que causam comportamentos abusivos, tais como sentimentos sobre as coisas que aconteceram no passado, pode ser muito poderoso. “Nós não podemos sempre parar as coisas por conta própria, ou de imediato”.

Nós precisamos de ajuda, é por isso que é importante conversar com alguém.