Não fazer um exame médico às vezes é melhor

Existem centenas de razões pelas quais os custos médicos são tão altos. Um bom número deles estão fora do controle dos médicos e pacientes, mas há alguns que são passíveis de actos de coragem e bom senso.

O número de exames disponíveis actualmente para avaliar um sintoma dado é estarrecedor. Todas as semanas há novas contribuições para o conhecimento médico, e para cada descoberta que traz novos conhecimentos sobre o tratamento de condições há pelo menos dois que pertencem a novos exames e procedimentos médicos que nem de nos dão uma outra ferramenta para investigar a causa dos sintomas.

Muitas vezes o teste é adequado e aplicável para os fins para que foi desenvolvido, mas pode ser aplicada em muitas outras configurações que não são tão bem abraçados cientificamente.

Um exemplo é o teste CA125 que está associado com cancro de ovário. É um teste útil para monitorizar o estado da doença em pacientes em tratamento de cancro de ovário.

Cancro de ovário

O cancro de ovário é uma doença terrível que raramente é diagnosticado muma fase que é cedo para dar a médicos uma oportunidade de realizar um tratamento para salvar vidas. Poucas são as condições, mais frustrante porque nós nos esforçamos para chegar a uma forma de encontrar cancros de ovário em estágio inicial. Os médicos estavam esperando, e alguns grupos de defesa continuam a sugerir que CA125 seria a resposta.

Não é. Sim, o teste está associado com cancro de ovário, mas isso não faz dele um bom teste. É inalterada na maioria dos cancros que você gostaria de encontrar, os primeiros, e está presente em muitas mulheres que têm outras condições não fatais. A precisão do teste, (o seu valor preditivo positivo), é inferior a 3 por cento. Usando o teste como uma tela prejudicaria as mulheres. Talvez no futuro isso será parte de uma estratégia de triagem que funcione, mas não estamos lá ainda.

Ainda assim, vemos os pacientes e médicos solicitando ordenação CA125 como uma tela para o cancro do ovário.

Às vezes, a coisa certa a fazer é a coisa corajosa e dizer não, não fazer o exame .

  • Crisnunesra

    Concordo com o que disse, em um período de check up geral de saúde, insisti com o meu Médico que solicitasse o CA 125 (pois minha sogra sempre fala desse exame porque teve CA de ovário em estagio inicial há 13 anos e descobriu por acaso numa cirurgia de cisto benigno em que o maligno estava bem escondidinho) e para minha surpresa deu uma alteração (limite 35, estou com 46.4) e agora estou tendo ataques de pânico e ansiedade, remarcando vários Médicos, refazendo vários exames (que estavam normais, tipo: ultrassom, preventivo, pois já li que não são tão precisos e quanto mais leio, mais apavorada fico) e, embora todos digam para eu não me preocupar com isso que não é nada, inclusive os Médicos (já fui ao Gineco, Procto, Cardio e estou marcada com Gastro e Hemato Oncológico) entrei numa paranóia total (tenho 2 filhos pequenos que desejo muito criar) e arrumei um problema, pois não sossegarei até descobrir alguma coisa ou ter certeza de que tudo está bem.