Efeitos do Ruido na Saude

Os efeitos do ruido na saúde é uma consequência dos elevados níveis de ruido ou sons da qual uma pessoa esteve ou está exposta.

O ruído sempre foi um incómodo e não há dúvida sobre isso. Mas, mais do que ser um incómodo, o ruido pode resultar em problemas de saúde. Esta é a razão por que há pessoas a trabalhar no sentido de reduzir a quantidade de ruído no ambiente.

Consequências da exposição a elevados níveis de ruido e efeitos do ruido nas pessoas:

  • Deficiência auditiva
  • Hipertensão
  • Stress
  • Doenças isquémicas do coração
  • Desempenho no trabalho/escola;
  • Irritação e perturbação do sono

A perda de audição

O efeito do ruido no corpo humano mais notável é a perda auditiva. Este é um processo gradual e as pessoas costumam tomar consciência do dano, uma vez que se começa a dar pela diferença. Os primeiros sinais de perda de audição começam a aparecer quando você é incapaz de ouvir algumas palavras durante uma conversa ou reconhecer alguns sons.

Normalmente quando as pessoas percebem se apercebem disso, já podem ter perdido permanentemente a capacidade de reconhecer sons de alta frequência. Os danos tornam-se significativos à medida que o tempo passa e também dificulta a pessoa afectada.

Como as pessoas são afectadas no seu dia-dia

As pessoas que são parcialmente afectadas por surdez não vivem tranquilas. Os sons que ainda são audíveis podem parecer altos e distorcidos. Os sons de consoantes “s” e “ch” são indistinguíveis de outros sons. Muitas vezes, os sons estão ecoando e a perda auditiva parcial pode causar dor e desconforto. Algumas pessoas também sofrem de zumbidos, essas pessoas também enfrentam um monte de angústia emocional, por causa da falta de comunicação com amigos e parceiros.

O ruído tem também um efeito sobre o subconsciente. Em resposta às situações prejudiciais o corpo começa a fazer respostas automáticas para os ruídos altos e repentinos. Embora a sociedade não reconheça esses ruídos como perigosos, o corpo reage como se fossem uma ameaça. Em resposta, o organismo responde e a pressão sanguínea aumenta na sequência de um aumento do ritmo cardíaco e da respiração. Há um aumento nas hormonas libertadas no sangue, resultando num aumento da transpiração. Essas respostas podem ser também observadas durante o sono.

Mesmo que as pessoas pensem que estão acostumados a um ruído, isso não é bem verdade. O corpo nunca se acostuma a ruídos altos e alterações biológicas. O ruído não precisa ser alto para provocar uma resposta no corpo. Os ruídos que estão abaixo dos níveis são normalmente associados com danos auditivos e pode resultar em mudanças no corpo. Casos de úlceras também são relatados em pessoas que trabalham em áreas ruidosas e estes são encontrados 5 por cento mais do que aqueles encontrados em casos normais.

Estudos mostram que os trabalhadores em áreas ruidosas são diagnosticados com maior número de problemas de saúde, onde se incluem também doenças respiratórias. Excesso de ruído pode também resultar em agravamento de uma doença já existente.

Perda de produtividade em adultos

O ruído tem impactos negativos no desempenho cognitivo. A redução do nível de ruído de dia e noite de 5 dB no intervalo de 65-80 dB foi mostrado conseguir melhorar o desempenho em quase 10%. Para atenção e memória, a redução de 5 dB em aproximadamente 2-3% de melhoria de desempenho.

Conclui-se que os efeitos adversos do ruído sobre o desempenho cognitivo podem levar a uma redução da produtividade no local de trabalho e o desempenho de aprendizagem na escola.

Dificuldade de aprendizagem em crianças

Crianças cronicamente expostas a altos níveis de ruido tem mais problemas de atenção, memória, capacidade de resolver problemas e aprender a ler.

Efeitos cardiovasculares

Um efeitos do ruído sobre o organismo tem sido associado a problemas de saúde cardiovasculares. A Organização Mundial de Saúde concluiu haver uma fraca correlação a longo prazo da exposição ao ruído acima 67-70 dB e hipertensão. Estudos mais recentes têm sugerido que os níveis de ruído de 50 dB durante a noite pode também aumentar o risco de enfarte do miocárdio.

Efeitos do ruido na hora de dormir

O ruído pode dificultar as pessoas que querem ter uma boa noite de sono. Uma boa noite de sono é muito importante para manter uma boa saúde. Mas, por causa do ruído, o sono pode mudar de uma fase profunda para uma mais leve e resultar num repouso incompleto.

Estes efeitos podem ser quantificados através do:

  • Número e duração dos despertares nocturnos;
  • Número de mudanças na fase do sono;
  • O número de despertares nocturnos;
  • Mudanças globais no valor total de estágios do sono.

Sente-se incomodado pelo ruído à sua volta?

Se você é incomodado por causa do barulho e está a ter problemas, use medidas adequadas como isolamento acústico e tente ficar longe de lugares barulhentos.